“As medidas de restrição de mobilidade estão sendo suficientes”, diz secretário de Saúde de SP


O secretário de Saúde do estado de SP, José Henrique Germann, afirmou nesta quinta-feira (26) que as medidas de distanciamento social adotadas têm sido “suficientes” ou “estão colaborando de forma bastante efetiva” para retardar o avanço da Covid-19.

Germann afirmou que, antes, SP tinha quase 90% dos casos confirmados de Covid-19 no Brasil. Agora, tem cerca de 30%.

“O que mostra, para nós, este cenário que estamos vendo hoje, é que as medidas de restrição de mobilidade estão sendo suficientes ou, pelo menos, estão colaborando de uma forma bastante efetiva para que a gente tenha 862 casos.”

O secretário de Saúde reforçou também que é importante que os moradores do estado de São Paulo permaneçam em casa.

“O que estamos fazendo não é um isolamento, estamos fazendo um distanciamento social. O próximo passo, se houver necessidade, seria um isolamento domiciliar. E, se houver necessidade ainda de apertar mais esse cinto, seria o lockdown, e a característica daí é o uso da força policial para manter as pessoas em casa. Não estamos nessa situação ainda, mas se mantivermos os idosos tal qual em um lockdown, nós teremos um comportamento da crise que talvez nos favoreça neste ponto para não colapsar o sistema de saúde. Por isso, eu gostaria de enfatizar o ‘fique em casa’.”

 

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Comente usando o Facebook!

comentários