Vereador critica “sensação de insegurança” em Indaiatuba e cobra ações


Durante a palavra-livre na noite de segunda-feira (9), o vereador Arthur Spíndola (PV) criticou o que chamou de sensação de insegurança em Indaiatuba (SP). “Só na primeira semana de setembro a gente teve o registro de diversos crimes como o roubo ao Lar de Velhos, invasão a escola, a creche, três assaltos contra farmácias, roubo a posto de gasolina. Estes foram os registrados e que a imprensa teve acesso, imagina os que podem ter sido abafados”, afirma. A sessão teve 15 textos votados e aprovados.

“Podemos dizer que Indaiatuba estão um caos? Não podemos dizer. O que se pode falar é que outrora uma cidade 100% segura hoje vive sob uma sensação de insegurança. Isso juntando também os casos divulgados pela Guarda Civil como solucionados. Quando a gente soma estes números, assusta. Isso nunca aconteceu na nossa cidade”,  diz.

“Temos que agir antes que as coisas aconteçam. Agir antes que esta sensação de insegurança se transforme em insegurança de fato e as pessoas tenham medo de andar nas ruas, parar no semáforos ou até mesmo abrir um comércio. Algo precisa ser feito de forma urgente ou será tarde demais”, encerrou.

Dados. Segundo as estatísticas mais recentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Indaiatuba teve alta de 22% no total de roubos, média de cinco furtos por dia neste ano, aumento nas ocorrências de tentativa de estupro, e também nas tentativas de homicídio.

Fonte: Comando Notícia.

Comente usando o Facebook!

comentários